Ascom SFI

Ascom SFI

Assessoria de Comunicação da Prefeitura Municipal de São Francisco do Itabapoana.
Responsável: Diego Gomes Santos

O Balcão de Emprego de São Francisco de Itabapoana (SFI), órgão vinculado à Secretaria Municipal de Trabalho e Desenvolvimento Humano (SMTDH), está com uma vaga de instalador de vidros temperados. A oportunidade é para trabalhar na Serralheria Três Irmãos, no município. 

 
Para participar da seleção é preciso ter experiência na profissão. Os candidatos devem enviar currículo para o e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. ou ainda entregá-lo na sede da SMTDH, situada na Avenida Vereador Edenites da Silva Viana, nº 87, no Centro da cidade, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.
 
“Esta semana estamos com um número elevado de empresas anunciando vagas de variadas profissões através do Balcão de Emprego. Os moradores do município que estão à procura de uma colocação ou recolocação no mercado de trabalho devem aproveitar e enviar o currículo para a seleção. Desejamos boa sorte a todos os candidatos”, destacou o secretário da pasta, Fagner Azeredo.
 

De acordo com dados divulgados pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de São Francisco de Itabapoana nesta quarta-feira (15), o município conta com 3.441 casos confirmados do novo coronavírus (Covid-19). Em investigação são 690. Já os descartados somam 5.986.

Ainda segundo os dados da SMS, entre os casos confirmados, 3.289 estão recuperados. Até o momento foram registrados 97 óbitos pela doença. 

Outra taxa informada pela SMS é a de ocupação. Dos 20 leitos clínicos, dois estão ocupados. Já os leitos com suporte de ventilação não registram ocupação.

Atualmente, SFI está com taxa de recuperação em 95,58%, ligeiramente menor que a média nacional (95,66%). Já a taxa de letalidade está em 2,82%, enquanto que a do Estado do Rio de Janeiro é de 5,52%.

Conforme atualização da Secretaria de Estado de Saúde (SES), o Norte Fluminense está no risco baixo no Mapa de Risco da Covid-19.

Os materiais para análise dos casos suspeitos são encaminhados ao Laboratório Central (LACEN/RJ), seguindo rigorosamente os protocolos de coleta, armazenamento e envio do Ministério da Saúde.

Em um intervalo de três dias, entre quinta-feira (9) e domingo (12), dois ratões-do-banhado (Myocastor coypus) foram encontrados em São Francisco de Itabapoana (SFI), animal raro na região. Segundo a professora Caryne Aparecida de Carvalho Braga do Centro de Biociências e Biotecnologia (CBB) da Universidade Estadual do Norte Fluminense (Uenf), que desenvolve pesquisas em ecologia animal com ênfase em ecologia de comunidades e história natural de mamíferos, o roedor tem uma capacidade de invasão muito grande, sendo listada pela IUCN (International Union for Conservation of Nature's) como uma das 100 espécies invasoras mais daninhas do mundo. 

“Os dois indivíduos encontrados em SFI acendem um alarme de que devemos monitorar e buscar mais este tipo de mamífero por lá. Nós nunca registramos ratão-do-banhado por aqui antes, mas existem duas publicações científicas com registro no Estado: no município do Rio de Janeiro e a outra em Três Rios (Centro-Sul Fluminense). Não conheço nenhum outro em área tão ao norte do estado, mas é uma indicação de que a distribuição da espécie está se ampliando”, revelou a professora.
 
Segundo a secretária municipal de Meio Ambiente, Luciana Soffiati, o segundo animal apareceu em Fazendinha, na rua da fábrica de laje, no domingo (12), próximo ao lugar onde estava o primeiro ratão-do-banhado, também encontrado morto, na Estrada da Boca da Areia, na quinta (9). “Após entrarmos em contato com a Uenf, as duas espécies foram levadas para serem analisadas na universidade. Solicitamos caso o mamífero seja visto em SFI que os moradores entrem em contato com o Grupamento Ambiental da Sema, através do telefone (22) 9.8161-6713, que funciona diariamente, 24h por dia”, orientou. 
   
De acordo com Caryne, a princípio será feita uma nota para publicar em uma revista científica apontando o aparecimento do ratão-do-banhado no município.  “Vamos buscar realizar as medidas necessárias para avaliar se esses registros foram únicos ou se existe mais animais dessa espécie na região. Uma vez que tenhamos preparado toda a documentação necessária para realizar a pesquisa, estudaremos a possibilidade de desenvolver estudo genético que permita avaliar a fonte desses animais. Tudo isso depende de antes termos licença dos órgãos competentes e conseguir financiamento para a realização do trabalho”, destacou, acrescentando:
 
“Minha equipe de pesquisa tem interesse de fazer um mapeamento da espécie em SFI. Só precisamos fazer antes os procedimentos padrão para dar início à pesquisa e a possibilidade de obter recursos. Acabamos de receber a doação desses animais pela Sema, mas já iniciamos o procedimento para pedido de licença e vamos em busca do apoio financeiro. Gostaríamos também de parabenizar a secretaria por ter buscado o apoio científico rápido, o que garante que possamos desenvolver a pesquisa e procurar os meios mais eficientes para tentar controlar a expansão da espécie”.
A professora da Uenf ressaltou ser importante que as pessoas saibam que, embora o ratão-do-banhado seja considerado umas das 100 piores espécies invasoras do mundo, não significa que vá atacar pessoas. “Só atacará se tentarem tocá-la. Ela recebe essa classificação porque tem um potencial de se instalar rápido, se reproduz com eficiência e pode causar desequilíbrios no ambiente. Como a maioria dos predadores que poderiam impedir que seus números aumentassem muito rápido, como as onças, já foram extintos nos locais invadidos pela espécie, os ratões têm muito sucesso. Eles são naturais do sul da América do Sul, incluindo o sul do Brasil, mas já se espalharam por grande parte do mundo, ocorrendo como espécie invasora nos Estados Unidos, na Europa e até no Japão. Ela foi levada para esses países para ser usada na produção de pele e carne. No Japão, por exemplo, 150 indivíduos foram levados para produzir peles na década de 1940 e alguns animais escaparam e se estabeleceram no país”.

Uma boa oportunidade para quem mora em São Francisco de Itabapoana (SFI) e tem disponibilidade para trabalhar no município de Campos dos Goytacazes. O Balcão de Emprego de SFI, órgão vinculado à Secretaria Municipal de Trabalho e Desenvolvimento Humano (SMTDH), está com uma vaga de comprador para setor alimentício.

O candidato precisa ter experiência na área de compra para supermercados e afins. Para participar da seleção é preciso enviar currículo para o e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. ou ainda entregá-lo na sede da SMTDH, situada na Avenida Vereador Edenites da Silva Viana, nº 87, no Centro da cidade, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.
 
“O nosso Balcão de Emprego também faz parceria com empresas de outras cidades interessadas na mão de obra de moradores de SFI. Um exemplo de sucesso são as vagas que anunciamos para o setor offshore (embarcado) na Bacia de Campos, proporcionando diversas oportunidades de colocação e recolocação no mercado de trabalho para os nossos munícipes”, ressaltou o secretário da pasta, Fagner Azeredo.
 

A alta no preço dos alimentos que compõem a cesta básica é uma dos principais denúncias recebidas nos últimos dias pelo Programa de Proteção e Defesa do Consumidor de São Francisco de Itabapoana (Procon-SFI).

 
Nesta terça-feira (14), a coordenadora do Procon-SFI, Gilda Quintanilha, visitou três comércios na localidade de Gargaú que foram alvos de diversas reclamações. Nos locais, foram coletados os preços de arroz, feijão, açúcar e óleo. 
 
“Prosseguimos com o nosso acompanhamento e análise junto aos comerciantes do município para evitar que o consumidor seja lesado através de práticas abusivas”, afirmou. O telefone para denúncias é (22) 2789-1717. 
 
Na oportunidade, ela também ressaltou a importância da divulgação clara dos preços, já que foi encontrada divergência de valores em um dos estabelecimentos. Gilda explica que, em casos deste tipo, o Código de Defesa do Consumidor garante que o valor cobrado seja o menor.
 
 

O Balcão de Emprego de São Francisco de Itabapoana (SFI), órgão vinculado à Secretaria Municipal de Trabalho e Desenvolvimento Humano (SMTDH), está com duas vagas para trabalhar na Casa & Vídeo, que em breve será inaugurada no município. As oportunidades são para subgerente e promotor de vendas.

Os candidatos precisam ter Ensino Médio, além de serem dinâmicos e comunicativos.  A empresa oferece salário e mais benefícios. Os interessados devem enviar currículo para o e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. ou ainda entregá-lo na sede da SMTDH, situada na Avenida Vereador Edenites da Silva Viana, nº 87, no Centro da cidade, das 8h às 17h, até esta sexta-feira (17). 
 
“Mais duas vagas que estamos anunciando no nosso Balcão de Emprego. Quem se encaixar no perfil não pode perder esta chance para trabalhar numa grande empresa”, ressaltou o secretário da pasta, Fagner Azeredo.
 

A Prefeitura de São Francisco de Itabapoana (SFI), através da Secretaria de Agricultura, está empenhada em buscar orientação técnica e linha de crédito, junto ao Governo do Estado, para os produtores de mandioca e fabricantes de farinha são franciscanos. Na semana passada, o secretário da pasta, Enaldo Barreto, junto com empreendedores do município, discutiram o assunto durante reunião na Agência Estadual de Fomento (AgeRio), na capital fluminense.    

“Estivemos com o presidente da AgeRio, André Vila Verde, junto com a equipe técnica dele que elabora o plano de negócios. Conhecemos de perto o Programa SuperaRJ, que presta auxílio aos pequenos empresários fluminenses em dificuldades devido à pandemia da Covid-19. O Estado destinou R$ 300 milhões para socorrer quem precisar de ajuda financeira com até R$ 50 mil de financiamento através de linhas de crédito”, ressaltou Barreto, acrescentando:
 
“Participaram da reunião o empreendedor de Nova Belém (antiga Carrapato) Manuel Girão, que tem um projeto inovador de aquaponia; o empresário Lulu Henriques da fábrica de fécula de mandioca Dona Chica, e o vice-presidente da Associação dos Produtores de Mandioca e Fabricantes de Farinha de Mandioca de Travessão de Barra, Flamarion Corrêa”.
 
Também na semana passada, o secretário de Agricultura se reuniu com o mesmo grupo, em SFI, juntamente com o coordenador do Prosperar da Secretaria Estadual de Agricultura, Jairo Gomes da Silva. 
 
“Para serem legalizadas, as fábricas de farinha precisam realizar adaptações em relação à parte sanitária, tributária e ambiental e nós podemos prestar orientação técnica. Além disso, temos as linhas de crédito, como por exemplo, o Agrofundo, que é o projeto de fomento da Secretaria Estadual de Agricultura, operacionalizado pela Emater-Rio”, explicou o coordenador do Prosperar. 
 
No próximo dia 20, haverá duas reuniões no Espaço do Produtor, em SFI, com a equipe do Prosperar: às 14h, direcionada aos apicultores do município, e às 16h, aos produtores de produtores de mandioca e fabricantes de farinha de Travessão de Barra, Santa Rita, Praça João Pessoa, Quatro Bocas e Alegria dos Anjos.  
 
A prefeita Francimara Barbosa Lemos destacou que o município tem buscado, cada vez mais, dar apoio ao agronegócio. “Estamos investindo em infraestrutura e também ajudando os nossos produtores rurais a terem acesso às tecnologias de ponta e linhas de crédito com o poder público. Isso possibilita ampliar os empreendimentos, além de permitir a abertura de novos postos de trabalho”, ressaltou a prefeita.    
 
Mandioca atrai investidor internacional - Na sexta-feira (10), o empresário Amadou Niagado, da República Democrática do Congo, acompanhado de um intérprete já que o idioma oficial do país africano é o francês, esteve em SFI para conhecer de perto a fábrica Dona Chica, situada na localidade de Pingo D’Água, zona rural do município. 
 
“Ele estava acompanhado da presidente do Banco de Fomentos do Congo, Graça Cardoso, e demonstrou interesse em importar fécula de mandioca, além de verificar a estrutura e o funcionamento da fábrica. O empresário africano já produz sabão e macarrão e está pretendendo diversificar os negócios“, revelou o empresário Lulu Henriques, proprietário da Dona Chica. 
 
 

O Balcão de Emprego de São Francisco de Itabapoana (SFI), órgão vinculado à Secretaria Municipal de Trabalho e Desenvolvimento Humano (SMTDH), está com duas vagas de açougueiro. As oportunidades são para trabalhar em estabelecimentos no município.  

Para se candidatar às vagas é necessário ter experiência na profissão. Os interessados devem enviar currículo para o e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. ou ainda entregá-lo na sede da SMTDH, situada na Avenida Vereador Edenites da Silva Viana, nº 87, no Centro da cidade, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.
 
“Caso o candidato não tenha currículo pronto, basta procurar o Setor do Balcão de Emprego na SMTDH que a nossa equipe se encarrega de preparar o documento. Estamos sempre à disposição dos moradores de SFI para contribuirmos no que pudermos para oportunizar uma colocação ou recolocação no mercado de trabalho”, destacou o secretário da pasta, Fagner Azeredo.
 

São Francisco de Itabapoana (SFI) receberá na próxima terça-feira (21) o Ônibus Lilás, da Subsecretaria Estadual de Políticas Públicas para Mulheres. O veículo estará estacionado no pátio da prefeitura, entre 9h e 15h. 

 
“Este ônibus é uma unidade móvel especializada no atendimento à mulheres em situação de violência. São oferecidos diversos serviços, como orientação jurídica, atendimento psicossocial e concessão da guia para gratuidade de emissão de documentos”, afirmou a prefeita Francimara Barbosa Lemos. Ela destacou que as secretarias municipais de Educação e Cultura (Smec), de Saúde (SMS) e do Trabalho e Desenvolvimento Humano (SMTDH) também estarão presentes. 
 
A Smec estará no local fornecendo informações sobre a Educação de Jovens e Adultos (EJA), enquanto que a SMS atuará para aferir pressão arterial e medir a glicose. Já os servidores da SMTDH vão auxiliar sobre diversos setores, como  Geração de Trabalho e Renda (GTR), Bolsa Família, Balcão de Empregos, emissão da Carteira de Trabalho. Haverá ainda o Projeto Beleza Solidária, em que profissionais para corte de cabelo, design de sobrancelha e manicure.

Através de parceria com a Prefeitura de São Francisco de Itabapoana (SFI), o serviço itinerante do Departamento de Trânsito do Estado do Rio de Janeiro DETRAN estará no município na próxima sexta-feira (17).

O atendimento acontecerá entre 8h e 17h, no Ginásio Poliesportivo Florecilda Cerqueira Azevedo em Volta Redonda. Para ter acesso aos serviços, os proprietários de carro, moto e caminhão devem realizar o agendamento por meio dos telefones (21) 3460-4040, 3460-4041 ou 3460-4042 ou pelo “site” do órgão (www.detran.rj.gov.br).

“Mais uma vez a municipalidade se empenhou para proporcionar que os são franciscanos tenham acesso ao Detran de maneira mais cômoda e sem custos com deslocamentos. Não deixe de aproveitar”, pontuou a prefeita Francimara Barbosa Lemos.

Serão oferecidos os seguintes serviços: transferência de propriedade, alteração de características, inclusão de Gás Natural Veicular (GNV), licenciamento anual, baixa/inclusão de alienação; mudança de cor; mudança de endereço; retificação de dados; transferência de propriedade com troca de jurisdição; troca de categoria; emplacamento; troca de propriedade com troca de município; e troca placa para Mercosul.