Login to your account

Username *
Password *
Remember Me

Create an account

Fields marked with an asterisk (*) are required.
Name *
Username *
Password *
Verify password *
Email *
Verify email *
Captcha *
Reload Captcha
Ascom SFI

Ascom SFI

Assessoria de Comunicação da Prefeitura Municipal de São Francisco do Itabapoana.
Responsável: Diego Gomes Santos

WhatsApp Image 2021 09 03 at 14.52.21O Balcão de Emprego de São Francisco de Itabapoana (SFI), órgão vinculado à Secretaria Municipal de Trabalho e Desenvolvimento Humano (SMTDH), está com vaga para operador de retroescavadeira. 

Para participar da seleção é preciso ter carteira nacional de habilitação categoria D, Curso de Operador de Retroescavadeira e experiência na função. 
Os interessados devem enviar currículo para o e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. ou entrega-lo na sede da SMTDH, na Avenida Vereador Edenites da Silva Viana, nº 87, no Centro da cidade, de segunda a sexta-feira, exceto ponto facultativo e feriado, no período das 8h às 17h.
 
“A nossa equipe possibilita aos moradores do município uma oportunidade de trabalho a partir das vagas disponíveis. Os empresários que necessitarem de mão de obra e desejarem fazer parte desta parceria é só procurar o Balcão de Emprego que a gente anuncia e se encarrega de recolher os currículos”, informou o secretário da pasta, Fagner Azeredo.
 

O secretário municipal de Segurança, Ordem Pública e Defesa Civil de São Francisco de Itabapoana (SFI), subtenente Edson Brito, se reuniu na tarde desta quinta-feira (2) com a secretária municipal de Meio Ambiente, Luciana Soffiati, para planejar ações para coibir queimadas e poluição sonora.

O encontro aconteceu na sala de reuniões da prefeitura e também contou com a presença da chefe de Gabinete, Francilea Azeredo. Segundo ela, a partir dessas operações conjuntas, determinadas pela Francimara Barbosa Lemos, será proporcionada maior segurança e comodidade aos moradores.

Os agentes da Guarda Civil Municipal, da Guarda Ambiental Municipal (GAM), da Defesa Civil, da Empresa Municipal de Trânsito e do Departamento de Posturas vão iniciar um período de orientação na área central e em diversas localidades. Nessas ações, os condutores de veículos e moradores serão conscientizados sobre o que preconiza a Lei municipal nº 280/2008. Segundo o dispositivo, em áreas residenciais, o limite máximo de pressão sonora é de 55dB.

Posteriormente, quem descumprir a legislação será advertido através de notificação oficial e, em caso, de resistência será multado e o veículo ou objeto responsável pelo som será apreendido. Para denúncias, os telefones são: 22 99103-6750 (Canal Verde) e 22 98161-6713 (GAM).

Entre as autoridades que também participaram da reunião estão o coordenador de Integração Operacional da Secretaria Municipal Segurança, Ordem Pública e Defesa Civil (Sesep), Rodrigo Linhares, e o presidente do Conselho Estadual de Segurança Pública (Conseg-SFI), Romário Bernardo.

A prefeita de São Francisco de Itabapoana (SFI), Francimara Barbosa Lemos, decretou ponto facultativo nas repartições públicas municipais na próxima segunda-feira (6), véspera do feriado da Independência do Brasil.

A medida foi publicada no Diário Oficial desta quinta-feira (2). O decreto municipal nº 84 ressalta que é comum nas repartições públicas decretar ponto facultativo em dias que sucedem o feriado e antecedem o final de semana.

De acordo com a decisão da prefeita, os serviços públicos essenciais não são contemplados. A vacinação contra o novo coronavírus (Covid-19), por exemplo, ocorrerá normalmente na segunda. Outras secretarias como a de Obras, Urbanismo e Serviços Públicos também estão encarregados de organizar seus respectivos setores para o funcionamento na data.

Objetivando diversificar ainda mais as atividades do agronegócio, a Prefeitura de São Francisco de Itabapoana (SFI), por intermédio da Secretaria de Agricultura, promoveu um evento no Espaço do Produtor 1, no Centro, na semana passada, reunindo apicultores do município. A palestra foi promovida pela zootecnista Júlia Gazzoni Jardim, doutora em Ciência Animal, que apresentou dados da apicultura fluminense e os principais desafios que a maioria encontra na rotina do apiário.

“Diversificar é tudo! Estamos começando a organizar a produção de mel em SFI e contando com o auxílio da Dra. Júlia Gazzoni Jardim, que também é consultora e instrutora do Senar Rio (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural). Os apicultores buscaram apoio da Secretaria de Agricultura e seguindo a orientação da prefeita Francimara, vamos prestar toda a assistência necessária para que possamos fortalecer ainda mais a atividade no município”, ressaltou o secretário da pasta, Enaldo Barreto.

A zootecnista fez um levantamento de expectativas, legalização e projetos, diagnosticando que a atividade ainda é desenvolvida de forma amadora e que existem capacitações e formações que futuramente podem ser realizadas em parceria com o Senar.

“São pequenos produtores, no início da atividade, com pouca experiência técnica e recursos financeiros para crescer. O que se deseja é profissionalizar esses apicultores para que consigam atingir novos mercados com um produto de qualidade e competitivo. Isso só é possível com a legalização do negócio”, revelou Jardim, acrescentando:

“Podemos dizer que a apicultura é uma das únicas atividades pecuárias ecologicamente correta, viável economicamente e socialmente justa. Contempla os três pilares da produção sustentável: social, econômico e ambiental. Existem muitos idosos trabalhando e os jovens poderiam ter uma oportunidade de primeiro emprego com a apicultura. A partir de 18 anos, é possível realizar cursos de capacitação profissional rural no Senar”.

Aprovação - O apicultor Emanuel Rangel da Silva aprovou a palestra, classificada como “muito boa”. Ele informou que está há dois anos na atividade. No primeiro ano, com 10 colmeias, produziu 100 kg, e no segundo, com 17, 230 kg. A expectativa para 2022 é aumentar a produção, já que atualmente está com 62 colmeias.

“Pretendo ampliar o número de colmeias e realizar a formalização de produtor rural como apicultor. A ideia é montar uma associação para podermos beneficiar e manipular produtos derivados do mel, como sabonete, mel composto, entre outros. A Prefeitura de SFI, através do secretário Enaldo, está entusiasmada, demostrando um grande interesse em fazer crescer o novo negócio no município”, finalizou.

A prefeita de São Francisco de Itabapoana (SFI), Francimara Barbosa Lemos, informou que vai liberar, já no pagamento de agosto, o valor integral dos processos deferidos das solicitações de enquadramento dos servidores do Magistério Público Municipal. Os pedidos foram referentes ao primeiro semestre de 2021, tendo sido realizados no mês de março.

Francimara Wagner Fraga“Estamos mais uma vez valorizando os nossos servidores do Magistério com a liberação do enquadramento dos profissionais que tiveram seus processos analisados e deferidos. Gostaria de parabenizar a todos da SMEC (Secretaria Municipal de Educação e Cultura) e da Secretaria Municipal de Administração que se empenharam para que este momento fosse possível”, destacou a prefeita Francimara.

A Comissão de Análise dos Processos de Enquadramento dos Servidores do Magistério Público Municipal esteve reunida na SMEC para examinar as solicitações. Os diplomas e certificados apresentados para fins de enquadramento de Graduação e Pós-Graduação foram encaminhados às instituições credenciadas com o intuito de solicitar autenticidade, sendo confirmada a veracidade dos documentos, permitindo agilidade na execução dos processos. Após a análise do material de cada requisitante, a comissão deferiu a maioria dos processos e apenas um deles foi indeferido.

O secretário municipal de Educação e Cultura, Robson Santana, pontuou que foram observadas todas as formalidades legais para o fiel cumprimento do dever, no que compete o Artigo 174, § 2º letra “a” da Lei Orgânica do Município (enquadramento por obtenção de maior titulação). “Depois de concluída a análise dos processos, eles foram tramitados para a Secretaria Municipal de Administração para a execução”, ressaltou Santana.

Os servidores do Magistério de SFI que ainda não realizaram a solicitação de enquadramento poderão fazer o pedido em outubro. O processo precisa ser aberto na Secretaria de Administração, a fim de ser encaminhado à SMEC, que promoverá a análise dos documentos.

De acordo com dados divulgados pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de São Francisco de Itabapoana na manhã desta quinta-feira (1º), o município conta com 3.196 casos confirmados do novo coronavírus (Covid-19).São mais 29 registros, se comparado ao boletim anterior. Em investigação são 791. Já os descartados somam 5.640.

Ainda segundo os dados da SMS, entre os casos confirmados, 3.095 estão recuperados. Até o momento foram registrados 95 óbitos pela doença. 

Outra taxa informada pela SMS é a de ocupação. Dos 20 leitos clínicos, um está ocupado. Já os leitos com suporte de ventilação não registram ocupação.

Atualmente, SFI está com taxa de recuperação em 94,65%, ligeiramente menor que a média nacional (95,65%). Já a taxa de letalidade está em 2,91%, enquanto que a do Estado do Rio de Janeiro é de 5,54%.

Conforme atualização da Secretaria de Estado de Saúde (SES), o Norte Fluminense está no risco baixo no Mapa de Risco da Covid-19.

Os materiais para análise dos casos suspeitos são encaminhados ao Laboratório Central (LACEN/RJ), seguindo rigorosamente os protocolos de coleta, armazenamento e envio do Ministério da Saúde.

As falésias da Lagoa Doce, no litoral de São Francisco de Itabapoana (SFI), passam a integrar a 6ª edição da série temática Geossítios do Projeto Geoparque Costões e Lagunas – RJ, coordenado pela professora geóloga Kátia Leite Mansur do Departamento de Geologia da UFRJ. O livreto bilíngue (português e inglês), em parceria com a Secretaria Municipal de Educação e Cultura (SMEC), tem 16 páginas e está disponível nas redes sociais do projeto (https://www.geoparquecostoeselagunas.com/falesias-da-lagoa-doce/).
 
“A publicação tem uma importância muito grande, pois além de possibilitar a promoção do Turismo, já que vai despertar o interesse de visitação às falésias de Lagoa Doce, ainda permite disponibilizar um material para enriquecer o estudo do processo de formação do relevo da região. No litoral do Estado são pouquíssimos municípios que possuem a falésia, que é o contato do paredão do relevo com o mar, e isso chama a atenção dos profissionais de Geografia e Geologia e dos amantes da natureza”, destacou a coordenadora de Geografia do 2º Segmento (6º ao 9º ano de escolaridade) da SMEC, Leidiana Alves.

O secretário municipal de Educação e Cultura, Robson Santana, comemorou a publicação, ressaltando que a “SMEC estuda a viabilidade financeira para que o material seja impresso, a fim de ser distribuído às escolas municipais e também faça parte do acervo da Biblioteca Municipal para consulta dos frequentadores do espaço cultural”.

A prefeita Francimara Barbosa Lemos revelou estar muito feliz pelo fato de o município ganhar destaque com o livreto, elaborado a partir de trabalhos de Extensão com alunos da UFRJ. “Estamos orgulhosos de poder mostrar uma das belezas naturais de SFI através desta publicação. Parabenizo a todos da SMEC pela parceria com o projeto, que já está sendo um sucesso”, declarou Francimara.

Publicações - A série temática Geossítios do Projeto Geoparque possui outras cinco publicações: Mangue de Pedra (Armação dos Búzios); Estromatólitos da Lagoa Salgada (Campos dos Goytacazes e São João da Barra); Cachoeira do Tinguí (Saquarema); Dunas do Peró (Cabo Frio); e Parque Nacional da Restinga de Jurubatiba (Macaé, Carapebus e Quissamã). 
 
 
 
Mais uma vez representantes de diversos órgãos da Prefeitura de São Francisco de Itabapoana (SFI) participaram de reunião do Conselho Estadual de Segurança Pública (Conseg-SFI). Desta vez, o encontro foi realizado nessa terça-feira (31), na localidade de Esquina. 
 
Na oportunidade, o secretário municipal de Segurança, Ordem Pública e Defesa Civil, subtenente Edson Brito, apresentou os chefes de departamento de sua pasta e foi criada na atual gestão da prefeita Francimara Barbosa Lemos. 
 
“SFI vive um momento diferenciado na segurança pública. Além desta importante criação da prefeita, temos na Câmara Municipal o presidente Maxsuel Cerqueira e o líder do Governo Milson Mota, que já atuaram como policiais militares. Essa experiência corrobora no desenvolvimento de ações para a área ampliando o trabalho  integrado das equipes, proporcionando mais segurança  para população”, afirmou, destacando ainda os resultados positivos de uma parceria duradoura no município entre as polícias Militar (PM) e Civil (PC).
 
Representando a PM e a PC estavam o comandante do 8º Batalhão de PM (BPM), tenente-coronel Gustavo Marques, e comandante da 3ª Companhia da PM, tenente Luciano Tavares, e a responsável pela 147º Delegacia de Polícia, Ivana Morgado, respectivamente. A delegada titular ressaltou a necessidade da população comunicar ocorrências. Ela pontuou que é preciso ter estatísticas para planejar ações, por exemplo. Além de ser possível fazer isso diretamente na DP, também há possibilidade pelo meio eletrônico: https://dedic.pcivil.rj.gov.br.
 
De acordo com o conselheiro estadual de segurança, Romário Bernardo, as reuniões seguem aproximando a sociedade das forças de segurança, proporcionando ao morador a oportunidade de passar os contextos de cada localidade. Para ele a integração entre município e Estado “é de suma importância para proporcionar segurança mais sólida para o povo são franciscano”. 
 
Também estavam presentes a chefe de gabinete, Francilea Azeredo, além de secretários, assessores e vereadores.
 
 

Com a proposta de destacar as vocações do setor de pescados em São Francisco de Itabapoana (SFI), o 1º Festival de Peixes e Frutos do Mar começa nesta sexta-feira (3) e prossegue até terça-feira (7). São 18 estabelecimentos participantes.

 
“Estamos muito felizes em realizar este evento em parceria com a Fundação Instituto da Pesca do Estado do Rio de Janeiro (Fiperj). Em cada prato está  evidenciado todo o esforço e dedicação dos trabalhadores que atuam na nossa costa desde Gargaú até Barra do Itabapoana e também na Localidade de Lagoa Feia, passando pelo rio Itabapoana. Conto com a participação de todos”, afirmou a prefeita Francimara Barbosa Lemos.
 
Durante o festival, os restaurantes participantes - relação disponível ao final da matéria - oferecem pratos com preços promocionais. Além disso, para clientes que apresentarem comprovante de vacinação contra o novo coronavírus (Covid-19) será concedido exclusivamente um desconto nestes pratos, que variam entre R$ 20 e R$ 80. 
 
Todo o trabalho de publicidade e organização foi produzido pela prefeitura, através da Assessoria de Comunicação e das secretarias municipais de Pesca e de Turismo, Indústria e Comércio.
 
Prevenção à Covid-19 - Na última segunda-feira (30), a Secretaria Municipal de Saúde reforçou acerca da importância de seguir as medidas de combate à Covid-19. Entre as ações destacadas foram o uso de máscara, distanciamento entre mesas e disponibilização de álcool em gel.
 
Confira os detalhes dos restaurantes participantes:
 
- Bar Bom Jesus - Guaxindiba
 Contato: (22) 99929-6070
 
 
- Bar Casuarinas - Guaxindiba
 Contato: (22) 99800-8360 / 99790-7648
 
 
- Bar Do Almir - Guaxindiba
 Contato: (22) 99987-6650
 
 
- Bar E Mar - Sossego
 Contato: (22) 99851-3653
 
 
- Bar Restaurante Salazar - Barra do Itabapoana
 Contato: (22) 99949-0739 / 98146-1356
 
 
- Buteco do Mário – Santa Clara
 Contato: (22) 99807-5610
 
 
- Cabana do Clarismar - Gargaú
 Contato: (22) 99838-2811
 
 
- Cantinho dos Mineiros – Santa Clara
 Contato: (22) 99994-2437
 
- Chalezinho Bar - Manguinhos 
 Contato: (22) 99861-9848
 
 
- Maresias Bar e Restaurante - Santa Clara
 Telefone: (22) 99609-9566 / 98149-2854
 
- Pedro's Bar - Lagoa Feia
 Contato - (22) 99790-9933 / 99926-1443
 
 
- Point do Caldo - Barra do Itabapoana
 Contato: (22) 99834-0775
 
 
- Pousada do Sol – Bar e Restaurante - Guaxindiba
 Contato: (22) 99832-2366
 
 
- QCKÉ – Restaurante, Praia, Hotel – Santa Clara
 Contato: (22) 99748-0143
 
 
- Quiosque Ki Beleza - Manguinhos
 Contato: (22) 99925-1641
 
 
- Rancho do Peixe - Santa Clara
 Contato: (22) 99895-6903
 
 
- Restaurante e Pousada do Flávio - Barra do Itabapoana
 Telefone: (22) 98100-4874
 
 
- Stillo's Bar Clube - Gargaú
 Contato: (22) 99987-6446
 
Confira abaixo os pratos do Festival;
 
WhatsApp Image 2021 09 01 at 12.11.45
 

No próximo dia 18, a partir das 9h, a Prefeitura de São Francisco de Itabapoana (SFI) promoverá o 1º Encontro Municipal dos Fazedores de Cultura. Realizado na Câmara Municipal pela Secretaria Municipal de Educação e Cultura (SMEC), o evento visa cadastrar os artistas e espaços culturais locais. 

 
“Através deste cadastro, que já vem acontecendo nacionalmente, vamos viabilizar a aplicação da Lei Aldir Blanc, que prevê o pagamento de auxílio financeiro aos profissionais da área e os espaços responsáveis por manifestações artísticas que foram obrigados a suspender os trabalhos durante a pandemia do novo coronavírus (Covid-19)”, informou a prefeita Francimara Barbosa Lemos. 
 
O diretor do Departamento de Cultura (DPAC), Carlos Salvador Júnior, explicou que o cadastramento vai resultar em um mapeamento cultural local, instrumento importante para a construção de políticas públicas de cultura. Segundo ele, através deste processo, será gerado o Mapa Cultural de SFI, que é um levantamento colaborativo que permite a gestores, agentes culturais e a todos os cidadãos, conhecer, compartilhar e participar da produção cultural do município.
 
Conforme explicação do secretário municipal de Educação e Cultura, Robson Santana, podem ser cadastrados espaços artísticos e culturais, instituições e organizações culturais comunitárias, profissionais de arte e cultura sediados, residentes e domiciliados no município. São considerados espaços culturais aptos ao cadastro os seguintes: teatros independentes, espaços e grupos folclóricos de cultura popular, música, dança, capoeira, artes, circos, centros culturais, museus comunitários, espaços de comunidades indígenas ou quilombolas, festas populares, artesãos entre outros.
 
O evento contará com a presença de assessores da Secretaria Estadual de Cultura e Economia Criativa e a equipe do DPAC.