Ascom SFI

Ascom SFI

Assessoria de Comunicação da Prefeitura Municipal de São Francisco do Itabapoana.
Responsável: Diego Gomes Santos

São Francisco de Itabapoana (SFI) realizou uma operação conjunta, no domingo (26), para coibir o estacionamento de veículos em toda a orla do município. A ação contou com a participação da Guarda Ambiental (GAM), que é vinculada à Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Sema), além da Empresa Municipal de Trânsito (Emtransfi) e Guarda Civil Municipal (GCM), que são subordinadas à Secretaria Municipal de Segurança, Ordem Pública e Defesa Civil (Sesep). Os infratores foram penalizados com multa.

A operação teve início na parte da manhã e se estendeu durante todo o dia. Por ser crime ambiental estacionar na orla da praia ou em região de restinga, os infratores estão sujeitos às penas previstas no artigo 50 da Lei 9.605/98 (detenção de três meses a um ano, e multa), artigo 43 do decreto 6.514/2008 (multa que varia de R$ 5 mil a R$ 50 mil), além de enquadramento na Lei 12.651/2012, que dispõe sobre a proteção da vegetação nativa.

“Agentes da Emtransfi expediram as multas de trânsito, cabendo à GAM a emissão do termo de verificação de crime ambiental, a fim de dar ciência ao infrator a respeito da penalidade que cometeu. O objetivo é realizarmos operações todos os finais de semana para inibir novas infrações de estacionamento na orla de SFI”, ressaltou a secretária de Meio Ambiente, Luciana Soffiati.

Antes do início do verão, a Emtransfi realizou uma ação de conscientização no litoral do município, no último final de semana de outubro, alertando aos moradores e visitantes sobre a proibição de estacionar na orla, já que se trata de área de preservação, e a respeito da previsão de multa para quem descumprisse o Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

Desde domingo (26), 100% do oxigênio medicinal e ar comprimido consumido pelos 40 leitos do Hospital Municipal Manoel Carola, em São Francisco de Itabapoana (SFI), são fornecidos pela usina de gases, que começou a ser instalada no local em novembro.

A prefeita Francimara Barbosa Lemos destacou que o investimento integra o projeto de ampliação do hospital. “É mais uma realização que vai aprimorar a assistência prestada, garantindo que não falte oxigênio para os pacientes”, afirmou.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), a usina tem capacidade de produzir 20 m3 de oxigênio medicinal por hora.

“A despesa mensal deste insumo já chegou a R$ 100 mil. Com a usina, a redução dos custos é de mais de 90%. Os custos por mês passam a ser de R$ 9.800”, explicou o secretário municipal de Saúde, Sebastião Campista, destacando que o dinheiro economizado será destinado a aquisição de medicamentos e outros materiais.

O Balcão de Emprego de São Francisco de Itabapoana (SFI), órgão vinculado à Secretaria Municipal de Trabalho e Desenvolvimento Humano (SMTDH), está com vaga disponível para cozinheira. A oportunidade é para trabalhar no município.

Para se candidatar é preciso ser responsável, objetiva e que goste de cozinhar. É necessário ainda ter disponibilidade de horário e ser moradora em Guaxindiba. As interessadas devem enviar currículo para o e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. ou entregá-lo na sede da SMTDH, situada na Avenida Vereador Edenites da Silva Viana, nº 87, no Centro da cidade, das 8h às 17h, de segunda a sexta-feira.

“Neste período de verão as oportunidades começam a surgir e a nossa equipe está pronta para promover a divulgação das vagas de trabalho e recolher os currículos dos candidatos. Os empresários que tiverem oportunidades de emprego e desejarem participar da parceria com a SMTDH podem procurar o Balcão”, ressaltou o secretário da pasta, Fagner Azeredo.

Durante solenidade na quarta-feira (22), no Centro de Convivência da Terceira Idade Nágme Jorge Abílio, a prefeita de São Francisco de Itabapoana (SFI), Francimara Barbosa Lemos, ao lado do vice-prefeito Raliston Souza, deu posse aos 53 guarda-vidas que passaram no processo seletivo promovido pela Secretaria de Administração. A partir desta quinta-feira (23), o grupo começa a atuar em 26 postos distribuídos pelo litoral do município (confira a relação no final da matéria), no período das 8h às 17h, todos os dias, até o primeiro domingo após a Quarta-feira de Cinzas.

“Após passarem por um processo seletivo com rigorosa capacitação, todos estão aptos para garantir a segurança dos nossos moradores e dos turistas durante o verão nas nossas praias e lagoas. Parabéns ao secretário de Administração, Bibinho, e a toda equipe envolvida neste importante projeto. Que todos os guarda-vidas saibam aproveitar esta oportunidade”, desejou a prefeita.

Além do certificado, os guarda-vidas receberam um kit com camisa longa, sunga, boné e protetor solar. Haverá dois apoios com embarcação, um na Lagoa de Conceição Baiano e outro na Lagoa da Eólica, e uma caminhonete para as ações terrestres. Seis supervisores serão responsáveis por fiscalizar todos os postos de salvamento.

Entre os 53 guarda-vidas, apenas três mulheres, entre elas, Fernanda Soares, de 26 anos. “Moro no Macuco, em SFI. Participei da seleção e atuei nesta mesma função no Verão 2020 e agora estou retornando de novo. Além de gostar de nadar, é sempre bom poder ajudar as pessoas a se sentirem seguras no momento de lazer na praia ou lagoa sabendo que poderão contar com a gente caso haja alguma eventualidade. É uma missão nobre, mas também de muita responsabilidade”, destacou Fernanda, que vai trabalhar em um dos postos de Guaxindiba.

Participaram ainda da solenidade o secretário de Administração, Erbson Gomes Pires (Bibinho); a chefe de Gabinete, Francilea Azeredo; a assessora Especial, Angela Rangel; o assessor de Comunicação, Diego Santos; o assessor de Gabinete Augusto Alves, além do ex-prefeito e marido da prefeita, Frederico Barbosa Lemos.

BASES DOS GUARDA-VIDAS
01 – Conceição Baiano
02 – Gargaú (Posto A)
03 – Gargaú (Posto B)
04 – Lagoa de Clarismar
05 – Lagoa da Eólica
06 – Tropical
O7 – Mineirão
08 – Tartaruga
09 – Batelos
10 – Albinos
11 – kitesurf (Casarão)
12 – Tio Martins
13 – Baremar
14 – Vazante/Bonó
15 – Tubarão
16 – Casuarinas
17 – Bar da Dalva
18 – Fiinho
19 – Manguinhos/Principal
20 – Manguinhos/Valinha
21 – Buena
22 – Guriri
23 – Lagoa Doce (Posto A)
24 – Lagoa Doce (Posto B)
25 – Mar de Lagoinha
26 – Cais da Lapa

Nas repartições públicas municipais de São Francisco de Itabapoana (SFI) os dias 24, 30 e 31 de dezembro serão pontos facultativos. A decisão foi publicada no Diário Oficial dessa quarta-feira (22).

Assinado pela prefeita Francimara Barbosa Lemos, o decreto municipal 129 considera que “o período natalino e de final de ano, por tradição, é comemorado, inclusive as vésperas”.

Além disso, a publicação destaca a sensibilidade do poder público com os “anseios dos servidores públicos municipais, que necessitam de tempo suficiente para cuidar dos preparativos necessários aos festejos natalinos e de passagem de ano, no seio dos seus familiares”.

“Para a prestação dos serviços públicos considerados essenciais e ininterruptos, as Secretarias de Serviços Públicos, Fazenda, Saúde, Meio Ambiente e Defesa Civil, Transporte, Turismo, Esporte e Lazer, ficarão encarregadas de organizar os seus setores para o funcionamento nas datas supracitadas”, finaliza o decreto.

Mais um importante avanço na cultura de São Francisco de Itabapoana (SFI): a partir de 2022 será desenvolvido no município o Programa de Acesso à Arte e Gestão Cultural. O projeto é uma parceria entre a prefeitura, a Secretaria de Estado de Cultura (Secec) e a Universidade Estadual do Rio de Janeiro (Uerj).

De acordo com o secretário municipal de Educação e Cultura, Robson Santana, através do projeto, será possível desenvolver diversas ações como capacitação para gestores e agentes culturais locais, oferta de atrações artísticas e estabelecimento do equipamento municipal, o Cine Teatro, que será instalado no Complexo Cultural.

“Com muita alegria eu e a prefeita Francimara Barbosa Lemos recebemos esta notícia por meio do subsecretário de Estado de Cultura e Economia Criativa, Vitor Corrêa. É mais uma etapa do avanço da cultura de SFI”, pontuou.

Segundo o Governo do Estado, a primeira fase do projeto será a celebração do acordo de cooperação com as instituições envolvidas para o início das atividades. Além de SFI, outros sete municípios fluminenses serão contemplados.

A Prefeitura de São Francisco de Itabapoana (SFI) iniciou nesta quarta-feira (22) o pagamento antecipado do salário de dezembro de todos os servidores, incluindo os contratados, além da liberação do abono salarial dos profissionais da Secretaria Municipal de Educação e Cultura (SMEC) que recebem por meio do Fundeb. Ambos os pagamentos serão concluídos na quinta-feira (23).
 
“Antecipamos o pagamento de dezembro em 16 dias, já que pela legislação, o salário poderia ser efetuado até o 5º dia útil do mês subsequente ao trabalhado, neste caso específico, até 7 de janeiro de 2022. Também estamos liberando o abono salarial da Educação, uma injeção de recursos que vai aquecer ainda mais o comércio da nossa cidade na reta final das compras natalinas”, destacou a prefeita Francimara Barbosa Lemos.  
 
O secretário municipal de Administração, Erbson Gomes Pires, o Bibinho, ressaltou que em dezembro os servidores tiveram mais motivos para comemorar. 
 
“Houve a antecipação da 2ª parcela do 13º salário dos servidores, liberada nos dias 16 e 17 deste mês, além do pagamento, no último dia 10, da diferença salarial do piso nacional de janeiro a junho e a respectiva diferença da 1ª parcela do 13º sobre este período para os professores que trabalham na SMEC e recebem por meio do Fundeb. Tenho orgulho em fazer parte da equipe da prefeita Francimara, uma administração que respeita e valoriza os servidores”, revelou Bibinho.  
 

O secretário municipal de Educação e Cultura de São Francisco de Itabapoana (SFI), Robson Santana, entregou nesta segunda-feira (20) os certificados dos professores participantes do curso de geologia básica, promovido através de parceria entre a prefeitura e a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Cada um também recebeu kit com minerais e rochas.

“Nosso intuito é que mais parcerias e cursos sejam realizados para promover o aperfeiçoamento dos profissionais da nossa rede e, consequentemente, possibilitar mais qualidade de ensino para nossos alunos”, afirmou Santana, parabenizando os 33 professores que concluíram o curso gratuito e virtual com carga horária de 24h.

As inscrições foram direcionadas para professores de Geografia, Ciências e História do primeiro e segundo segmentos do Ensino Fundamental. O curso foi realizado a partir da visão mundial, estadual e municipal. SFI é o único município do Rio de Janeiro que possuí falésias.

A coordenadora de Geografia da Secretaria Municipal de Educação e Cultura (Smec), Leidiana Alves, destacou que foram passados “conteúdos enriquecedores que, certamente serão passados durante as aulas”, a partir de profissionais de uma das principais instituições de ensino superior do país, alguns, inclusive, integram cargos de direção do Museu da Geodiversidade, sediado na capital fluminense.

Alves pontuou ainda que o curso faz parte de uma série de atividades ligadas ao projeto Geoparque Costões e Lagunas – RJ, coordenado pela professora geóloga Kátia Leite Mansur do Departamento de Geologia da UFRJ, que em SFI destaca as falésias de Lagoa Doce. O local foi tema de um livreto bilíngue lançado pela universidade e será visitado por estudantes para estudo de campo. 

Além disso, o município foi contemplado com o edital “Meninas na Ciência”, da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (Faperj). Através da iniciativa, ao longo de 12 meses, professoras e alunas de cinco escolas da rede municipal receberão bolsas para o desenvolvimento de pesquisas com foco no mapeamento da geodiversidade são franciscana.

Coordenadora geral da Smec, Kátia Alves, agradeceu a participação dos professores, destacando que algumas profissionais sempre participam das qualificações oferecidas pelo órgão. “Obrigado por vocês acreditarem em um governo sério e comprometido com a educação”, disse.

O evento foi realizado na Câmara Municipal e também contou com a presença da chefe de Gabinete, Francilea Azeredo, o diretor do Departamento de Gestão Estratégica e Projetos da SMEC, Valnes Soares, e do vereador Milson Mota.

A Secretaria de Trabalho e Desenvolvimento Humano de São Francisco de Itabapoana (SFI) iniciou a distribuição de Kits de Natal compostos por panetone e caixa de bombom, a fim de beneficiar 380 famílias acompanhadas pelos Centros de Referência de Assistência Social (Cras) e Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas).

A ação integra a estratégia de fortalecer o trabalho social com famílias, de caráter continuado, além do fortalecimento de vínculos. A entrega está sendo realizada pelas equipes técnicas dos Cras Praça João Pessoa, Ilha dos Mineiros e Centro, além do Creas.

“Desejamos a todos os nossos usuários, funcionários e amigos um Feliz Natal e um Ano Novo de muitas realizações. Agradecemos à prefeita Francimara a possibilidade de oportunizar às famílias um Natal mais alegre, através de nossas lembranças”, ressaltou o secretário da pasta, Fagner Azeredo.

A prefeita Francimara Barbosa Lemos parabenizou a secretaria pela iniciativa, destacando que “um simples gesto tem um alcance social muito grande para as famílias agraciadas, principalmente no período natalino em que todos devem fazer uma reflexão sobre a importância da solidariedade e colocá-la em prática”.

O vice-prefeito de São Francisco de Itabapoana (SFI), Raliston Souza, e o secretário municipal de Agricultura, Enaldo Barreto, acompanharam na manhã desta segunda-feira (20) visita técnica do engenheiro do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Carlos Roberto Faria, ao cais de Barra do Itabapoana. O objetivo foi iniciar os estudos para recuperação do local.

“A prefeitura mostrou vontade política para resolver e estamos aqui oferecendo suporte técnico. A partir dos trabalhos de topografia e de integração com outros órgãos municipais, o estudo será elaborado”, explicou o representante do Mapa.

Enaldo, por sua vez, explicou que, com o projeto pronto, será realizado o levantamento dos custos e, consequentemente, a busca por recursos. Também presente, o subsecretário municipal de Meio Ambiente, Manoel Mendes, informou que o órgão atuará junto ao Instituto Estadual do Ambiente (Inea) para obter a licença necessária.

Representando a prefeita Francimara Barbosa Lemos, o vice-prefeito conversou com pescadores no local. “Estamos lutando para atender essa demanda do setor pesqueiro. Sabemos da necessidade”, afirmou, destacando que a visita do engenheiro do Governo Federal ficou acertada após reunião na semana passada com a superintendente do Mapa no Rio de Janeiro, Stella Romanos. Em 25 de janeiro, ela estará em SFI para acompanhar o andamento do projeto.