Junho 23, 2024
Ascom SFI

Ascom SFI

Assessoria de Comunicação da Prefeitura Municipal de São Francisco do Itabapoana.
Responsável: Diego Gomes Santos

A prefeita de São Francisco de Itabapoana (SFI), Francimara Barbosa Lemos, esteve na cidade do Rio de Janeiro, na terça-feira (21), onde cumpriu duas agendas oficiais. Na Fundação de Apoio à Escola Técnica (Faetec) assinou termo de compromisso, a fim de dar início ao Projeto de Laboratório de Iniciação Científica “Intramuros”, e na Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa (Secec-RJ), participou da certificação de dois projetos contemplados na área da Cultura para o município. 
 
Idealizado pela Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (SECTI), o projeto de Laboratório de Iniciação Científica “Intramuros” será executado em parceria com a Faetec, visando fomentar atividades ligadas à ciência, tecnologia e inovação nos municípios fluminenses, beneficiando crianças na faixa etária de 8 a 12 anos. 
 
“O projeto permitirá aos estudantes do Ensino Fundamental o primeiro contato prático com a área tecnológica. É um importante passo que estamos promovendo para as crianças do nosso município poderem desde cedo despertarem as suas vocações profissionais”, ressaltou Francimara.
 
Já na Secec-RJ, a prefeita participou da certificação do projeto da Associação de Moradores e Produtores Agrícolas do Macuco (Ampamac), contemplado com R$ 125 mil no edital Rua Cultural RJ, organizado pela secretaria, solenidade que teve a presença da responsável pela pasta estadual, Danielle Barros, que entregou os certificados. O projeto vai trabalhar a arte ressaltando as ações culturais desenvolvidas pela Ampamac (Baile de Carnaval Boi Macuco e Festa Junina), além dos pontos turísticos de SFI e a Agricultura, que é a cadeia econômica mais forte no município. 
 
“Parabenizo os quatro artistas são franciscanos Isaac Jerez, Cleyton Rosa, Uellington Batista e Edson Martins, que estão à frente desta iniciativa cultural da Ampamac, que visa trabalhar a arte urbana com pinturas de painéis com técnicas de grafite e muralismo. Igualmente dou os parabéns ao fazedor de cultura da nossa cidade Marco Paulo, que tem uma limitação visual, e vai desenvolver ação cultural através das redes sociais, depois de ser agraciado com R$ 5 mil no edital Cultura Inclusiva nas Redes, voltado para premiação de artistas com algum tipo de deficiência”, destacou Francimara, que também visitou a Biblioteca Parque Estadual.
 
Acompanharam a prefeita durante a agenda o secretário municipal de Educação e Cultura, Robson Santana, o coordenador de projetos do Departamento de Cultura da SMEC/SFI, Carlos Junior, e a secretária Particular, Joana Ramos.
 
 

Através de operação conjunta, quatro construções irregulares foram demolidas nesta quinta-feira (23), na localidade de Gargaú, em São Francisco de Itabapoana (SFI). Os prédios estavam localizados às margens do rio Paraíba da Sul.

Os agentes da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Sema), Unidade de Policiamento Ambiental (Upam) de Santa Maria Madalena, Polícia Militar (PM) e Guarda Ambiental realizaram ainda a retirada de três demarcações de lote que também estavam em local protegido pelo Código Florestal. Os responsáveis pelas estruturas também infringiram legislação federal, uma vez que as margens do rio Paraíba do Sul pertencem à União. 

“Ressaltamos que ninguém ficou desabrigado, já que nenhuma das construções eram usadas como moradia. A informação que nós temos é que os prédios eram alugados para terceiros”, explicou a secretária municipal de Meio Ambiente, Luciana Soffiati.

Todos os infratores foram notificados das irregularidades e receberam o prazo de 15 dias para retirada de pertences. Na última terça-feira (21), foi realizada uma nova notificação e estipulado o prazo de 24h.

A ação em conjunto integra as iniciativas desenvolvidas pela Sema para coibir o avanço de construções irregulares em faixa marginal de preservação. Além de infringirem leis, os imóveis ofereciam riscos a pedestres e pescadores.

O subsecretário municipal de Fazenda de São Francisco de Itabapoana (SFI), Allan Nunes, participou nessa quarta-feira (22) do lançamento do Projeto Saúde Fiscal dos Municípios, promovido pelo Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ). O evento aconteceu na sede do órgão, na capital fluminense.

De acordo com o MPRJ, “objetivo central é o aperfeiçoamento da administração fazendária dos municípios, como meio de incrementar a receita de tributos próprios, combater a sonegação fiscal e reduzir a dependência de transferências de recursos da União e dos Estados, garantindo o financiamento de políticas públicas”.

A cerimônia foi presidida pelo procurador-geral, Luciano Mattos, acompanhado do presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE-RJ), Rodrigo Nascimento.

“Por determinação da Prefeita Francimara acompanhei de perto este importante evento onde foi assinado o termo de convênio entre o MPRJ e o TCE-RJ para controle de receita e combate à sonegação fiscal, por meio de atuação conjunta”, explicou Allan.

Com base em recomendação do Ministério da Saúde, a Secretaria Municipal de Saúde de São Francisco de Itabapoana (SFI) iniciou nesta semana a aplicação da quarta dose da vacina contra o novo coronavírus (Covid-19) em moradores a partir de 40 anos.

A população deve procurar o polo de imunização mais próximo da residência para realizar o agendamento. Ao todo, são 12 locais, que funcionam de segunda a sexta-feira, entre 8h e 16h: Clínica da Família Germano Barros Delgado, na área central, ou nos polos de Barra do Itabapoana, Travessão de Barra, Bom Lugar, Praça João Pessoa, Guaxindiba, Gargaú, Imburi, Buena, Pingo D’Água, Floresta e no Centro Municipal de Imunização (CMI), em Ponto de Cacimbas.

Para realizar o agendamento, é preciso apresentar comprovante de residência, Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) e o cartão do Sistema Único de Saúde (SUS).

O coordenador do Setor de Imunização da SMS, Cristiano de Souza, lembrou que, atualmente, profissionais da área da Saúde também podem receber a quarta dose. “Em ambos os casos, o intervalo mínimo entre as doses é de quatro meses”, salientou.

Durante audiência pública na terça-feira (21), na Câmara Municipal, a Prefeitura de São Francisco de Itabapoana (SFI) debateu, junto às entidades inscritas e aos vereadores, a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para 2023. O encontro foi convocado pelo presidente do Legislativo, vereador Maxsuel Azevedo (Cocóia), no último dia 8 de junho, através do Edital 002/2022, cumprindo determinação prevista na Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), tendo o parlamentar conduzido os trabalhos.

 
Duas entidades da sociedade civil se inscreveram para participar da audiência pública: Projeto Pescarte e Associação Raízes. Representando o Poder Executivo, estiveram presentes a chefe do Gabinete da prefeita Francimara Barbosa Lemos, Francilea Azeredo, e os secretários municipais Fabiano Rangel (Controle Interno) e Júlio Nicolau (Fazenda). 
 
“A audiência pública de elaboração da LDO viabiliza um debate prévio entre os cidadãos, os vereadores e o Poder Executivo sobre as matérias orçamentárias. Ela é um instrumento para que o cidadão de SFI possa exercer seu direito de conhecer melhor os projetos de lei que se transformarão na LDO, de comentar esses projetos e sugerir alterações neles”, explicou Rangel, acrescentando:
 
“Importante ressaltar que tal mecanismo abre um canal de conversa e debate com a população do município, com a sociedade civil organizada, onde podemos ouvir e dar voz aos seus anseios e o que esperam de imediato da gestão. Sempre enfatizamos que o Governo Francimara é pautado na prudência na elaboração do orçamento público como forma de manter o equilíbrio fiscal e garantir que os projetos possam ter início, meio e fim”, destacou o secretário de Controle Interno. 
 
Além de Cocóia, estiveram presentes ainda os vereadores Alexandre Barrão, Aroldo Leandro, Eleno, Fauazi Cherene, Flor de Guaxindiba, Isaac Salvador, Mazinho de Caboclo, Renato Roxinho e Yara Cintia. 
 
LDO - A LDO estabelece quais serão as metas e prioridades para o ano seguinte. Para isso, fixa o montante de recursos que o governo pretende economizar; traça regras, vedações e limites para as despesas dos Poderes; autoriza o aumento das despesas com pessoal; regulamenta as transferências a entes públicos e privados; disciplina o equilíbrio entre as receitas e as despesas; indica prioridades para os financiamentos pelos bancos públicos.
 

O Festival do Maracujá, em São Francisco de Itabapoana (SFI), está de volta. A 34ª edição de um dos eventos mais tradicionais do calendário turístico municipal acontecerá entre 22 e 24 de julho, na localidade de Travessão de Barra. A prefeitura apoia a realização.

Os primeiros detalhes foram acertados em reunião na manhã desta quarta-feira (22), realizada na sala de reuniões da prefeitura. O encontro contou com a chefe de Gabinete, Francilea Azeredo, e representantes de diversas secretarias.

“Seguindo o planejamento da prefeita Francimara Barbosa Lemos, manteremos tradições como a programação gospel no primeiro dia de festival, mas haverá surpresas, que divulgaremos nas próximas semanas com cronograma completo”, afirmou Francilea. Segundo ela, também estão confirmadas cavalgadas e motocross.

Por meio de parceria com o Ministério Público do Trabalho do Estado do Rio de Janeiro (MPT-RJ), a Secretaria Municipal de Trabalho e Desenvolvimento Humano (SMTDH) de São Francisco de Itabapoana (SFI) promoveu nesta quarta-feira (22) o Curso de Formação do Projeto Estratégico Capacitação da Rede de Atendimento às Vítimas de Escravidão Contemporânea (Precav).

O curso foi desenvolvido pela Caritas Arquidiocesana do Rio de Janeiro e direcionado a servidores da SMTDH e da Secretaria Municipal de Saúde. Através de quatro aulas, foram abordados temas como fluxos de atendimento, aspectos psicossociais e conceituação de trabalho escravo, tráfico de pessoas e migração.

O secretário municipal de Trabalho e Desenvolvimento Humano, Fagner Azeredo, afirmou que o curso visou o desenvolvimento pessoal e profissional dos servidores ligados à assistência de vítimas do trabalho escravo e tráfico de pessoas.  

Paralelamente, a assessora técnica da SMTDH, Nágila Coutinho, ponderou que é preciso combater todos os tipos de violência. “Através da formação, os munícipes receberão um atendimento com cada vez mais qualidade”, finalizou.

A procuradora do MPT-RJ, Guadalupe Coutinho, também participou e agradeceu a parceria com a prefeitura. Ela relatou a necessidade de combater e erradicar a escravidão contemporânea.

Segundo Coutinho, a região Norte Fluminense conta com o maior percentual de trabalhadores retirados de situação análoga à escravidão. A maioria deles declaram-se naturais de SFI ou Campos dos Goytacazes. “Contamos muito com o colaboração de vocês, somando forças”, comentou.  

A capacitação foi realizada na sede da SMTDH, na área central. Na abertura, foi respeitado um minuto de silêncio pela morte da funcionária Soraya Miranda dos Santos.

Com o objetivo de ampliar a participação dos moradores nas despesas, investimentos e arrecadação do orçamento municipal, a Prefeitura de São Francisco de Itabapoana (SFI) disponibiliza um “e-mail” para o envio de sugestões: orcamentoparticipativopmsfi@gmail.com.

O secretário municipal de Controle Interno, Fabiano Rangel, explicou que, através desta ferramenta, os anseios da população serão ainda mais contemplados pelo Plano Plurianual (PPA) 2022-2025 e Lei Orçamentária Anual (2023).

“Optamos pelo meio eletrônico devido a praticidade e rapidez das demandas. Receberemos as sugestões de 1º de Julho  até 15 de Agosto para finalizarmos a elaboração junto com a prefeita Francimara Barbosa Lemos”, informou.

Para a prefeita, esta é uma das medidas para aproximar os sãos franciscanos do poder público. “Desta forma, construiremos juntos o desenvolvimento do município”, disse.

Em agosto, os projetos de lei são encaminhados para aprovação da Câmara Municipal.

Uma das festas religiosas mais tradicionais de São Francisco de Itabapoana (SFI) está de volta. No próximo final de semana, acontecem os shows da parte social da Festa de São Pedro, em Gargaú.

Entre as atrações estão Rogerinho do Piseiro e grupo Saideira, na sexta-feira (24); brincadeiras recreativas e grupo Forró Carioca, no sábado (25); e pedalada da família e Juninho do Forró, no domingo (26).

A programação acontecerá na Praça São Pedro, bem em frente a igreja do santo. A realização é da prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Turismo, Indústria e Comércio (SecTur).

O Campeonato Municipal de Futebol de São Francisco de Itabapoana (SFI), promovido pela Secretaria de Esporte e Lazer, teve início no último domingo (19), movimentando o fim de semana esportivo. No total, 13 equipes divididas em duas chaves, A e B, disputam em duas categorias. Na Principal, a maioria dos times mandantes aproveitou o incentivo da torcida e conseguiu vencer os seus confrontos, e na Aspirante, os empates prevaleceram na primeira rodada.

A classificação dos times seguiu os critérios de desempate do regulamento. Na Principal, na chave A, Máquina, Nova Belém e Bom Jardim largaram na frente com 3 pontos, respectivamente em 1º, 2º e 3º. Já na chave B, Guaxindiba lidera e São Francisco está em 2º, os dois com 3 pontos.

Na Aspirante, a chave A tem um líder isolado com 3 pontos, Floresta, que venceu o confronto contra o time de Quatro Bocas. Na chave B da categoria, Lagoa Feia está em 1º, e Guaxindiba, em 2º, ambos com 3 pontos.

“Desde 2020, devido à pandemia da Covid-19, o Campeonato Municipal de Futebol não era realizado. A próxima rodada acontecerá no domingo (26), com os jogos a partir das 13h. A nossa expectativa é de que tenhamos partidas bem disputadas e com boa presença de torcedores. Mais uma vez agradecemos o apoio que a prefeita Francimara vem dando aos eventos esportivos realizados no município”, ressaltou o secretário de Esporte e Lazer, Domires Gomes (Pachola).

Confira os resultados da primeira rodada:

*Folgas

Aspirante: Gargaú

Principal: Gargaú


Warning: count(): Parameter must be an array or an object that implements Countable in /home/u671194634/domains/pmsfi.rj.gov.br/public_html/templates/ts_news247/html/com_k2/templates/default/user.php on line 269