Ascom SFI

Ascom SFI

Assessoria de Comunicação da Prefeitura Municipal de São Francisco do Itabapoana.
Responsável: Diego Gomes Santos

A Secretaria Municipal de Trabalho e Desenvolvimento Humano (SMTDH) de São Francisco de Itabapoana (SFI), informa que após reuniões e alinhamentos, no próximo dia 30, será retomado o atendimento do Sebrae-RJ no município. 

O coordenador regional do Sebrae, Guilherme Reche, reforça que o objetivo é prestar orientação especializada aos empresários, como por exemplo, controles financeiros, marketing digital e planejamento empresarial. Ele ressalta que a parceria formal com a Secretaria já está sendo conversada e que é de total interesse do Sebrae atuar lado a lado no município para levar muitas outras oportunidades para que os empresários locais possam se beneficiar.
 
O atendimento presencial será com o analista do Sebrae Michel Rodrigues, que prestará um plantão mensal, na sede da SMTDH, situada à Avenida Vereador Edenites da Silva Viana, nº 87, no Centro da cidade. É necessário agendamento prévio pelo telefone (22) 2789-1166 ou (22) 99268-7048. 
 
Na SMTDH já é prestado o serviço de legalização de microempreendedor individual (MEI), baixa no Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ), emissão de Declaração Anual, emissão de boletos DAS (Documento de Arrecadação do Simples), parcelamento e consultoria especializada aos microempreendedores. 
 
Para a legalização de MEI os documentos necessários são: RG, CPF, endereços residencial e da empresa (caso sejam em locais diferentes), título de eleitor, número da última declaração de Imposto de Renda (caso declare), levar celular e e-mail que possa ser acessado durante o atendimento. 
 
Devido às medidas de prevenção à Covid-19, é obrigatória a utilização da máscara de proteção facial, sendo que no local haverá disponibilização de álcool em gel para higienização das mãos.

O projeto “Óleo Legal” da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Sema) de São Francisco de Itabapoana (SFI) recebeu somente nesta sexta-feira (24) 74 litros de óleo de cozinha usado. O material para será encaminhado ao descarte correto. 

 
“Foram três moradores que contribuíram com este importante projeto. Esperamos que a participação dos munícipes cresça cada vez mais. Além de impedir que esse material polua lençóis freáticos, o projeto contribui para o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) Ecológico”, afirmou a secretária municipal de Meio Ambiente, Luciana Soffiati. 
 
Através do projeto, o material recolhido é destinado à uma empresa que faz o tratamento do resíduo, devolvendo em forma de detergente.
 
O ponto de entrega é a sede da Sema, que funciona na Avenida Vereador Edenites da Silva Viana nº 230/Alto, ao lado da Secretaria Municipal de Agricultura, no Centro. O horário é entre 8h e 17h, de segunda a sexta-feira. 
 
A Sema ressalta que o óleo precisa estar devidamente armazenado em garrafa pet, sem adição de água ou restos de alimentos. No ato da entrega, para cada dois litros de óleo, será doado um vidro de detergente.

Entre as ações de combate à prática de preços abusivos em postos de combustíveis, o Programa de Proteção e Defesa do Consumidor de São Francisco de Itabapoana (Procon-SFI) divulga nesta sexta-feira (24) a tabela dos valores coletados no decorrer desta semana de fiscalização.

 
Desde a última segunda-feira (21), a equipe do órgão percorreu todas as localidades que possuem estabelecimentos do tipo. A média do litro da gasolina foi de R$ 6,79, enquanto que, do álcool e do diesel chegou a R$ 5,72 e R$ 4,72, respectivamente. 
 
Durante as visitas, a coordenadora do Procon-SFI, Gilda Quintanilha, ressaltou que o Código de Defesa do Consumidor (CDC) permite o aumento do preço, mas não de maneira abusiva. “Orientamos os responsáveis dos locais sobre diversos temas importantes. Entre eles: a qualidade do produto vendido, a aferição das bombas de abastecimento e a obrigatoriedade da exposição clara e transparente dos preços, conforme preconiza as legislações”, pontuou. Ela destacou que, em todos os postos, o Procon-SFI conseguiu de maneira consensual viabilizar a diminuição nos valores praticados. 
 
Em caso de descumprimento, a população pode realizar denúncias através do telefone 22 2789-1717. O órgão mantém contato direto com o Procon estadual para analisar a realização de fiscalização no município com a presença de órgãos como a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) e Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro). 
 
“Nossa luta é constante para fazer valer as leis no dia a dia dos consumidores São franciscanos”, finalizou Gilda.
 
 

Uma operação em conjunto de órgãos da Prefeitura de São Francisco de Itabapoana (SFI) notificou três pessoas por cercarem e ocuparem irregularmente uma Área de Preservação Permanente (APP). A ação aconteceu nesta quinta-feira (23), na Praça São Joaquim, em Barra do Itabapoana, à margem do Rio Itabapoana. 

O município recebeu várias denúncias de moradores relatando que o local era ocupado para a construção e armazenamento de material de reforma e construção de embarcações, o que estaria impedindo o acesso das pessoas ao rio. As irregularidades foram constatadas pelas equipes de fiscalização, sendo os responsáveis notificados para num prazo de 10 dias retirarem as demarcações e os resíduos sólidos da faixa marginal de proteção do Itabapoana. 
 
“Após diversas reclamações de populares, houve a comprovação da denúncia. O Meio Ambiente notificou e deu o prazo para a retirada do material. Estamos estudando a possibilidade de apresentarmos um projeto na Câmara Municipal de revitalização da área, a fim de que não haja novas ocupações irregulares”, revelou o vereador Milsinho Mota, líder do Governo no Legislativo, que também acompanhou a ação.
 
Depois de contato da prefeitura com o comandante da Agência da Capitania dos Portos em São João da Barra, capitão-tenente Eduardo Silva de Oliveira, ficou acertado que em breve haverá uma reunião com a Marinha do Brasil, objetivando uma solução para o problema. “Vamos agendar uma data para nos reunirmos e posteriormente marcar um trabalho em conjunto com o município no referido lugar para prestar orientação à população a respeito da legislação vigente”, declarou Oliveira.  
 
Participaram ainda da ação em Barra o secretário de Pesca, Alcemir Gomes de Souza (Teté), e o subsecretário da pasta, João Francisco Manhães (João da Ótica); o engenheiro ambiental da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Sema), Léo Coutinho; o secretário de Segurança, Ordem Pública e Defesa Civil, subtenente Edson Brito; o comandante da Guarda Civil Municipal (GCM), Robson Henriques; a Diretora do Departamento de Postura, Renata Barreto; além de Adriano Pessanha, da equipe de Fiscalização da Secretaria de Obras, Serviços Públicos e Urbanismo.
 

Adolescentes entre 15 e 17 anos serão vacinados em São Francisco de Itabapoana (SFI) a partir de segunda-feira (27). 

A decisão foi tomada nessa quarta-feira (22) durante reunião com os coordenadores dos polos de imunização. De acordo com o Centro Municipal de Imunização (CMI), há disponibilidade da vacina da Pfizer. 
 
“Atendendo às recomendações do Ministério da Saúde, seguimos avançando com o nosso processo para imunizar a população são franciscana sem nenhum registro de incidentes ou paralisação por falta de vacina, conforme orientou a prefeita Francimara Barbosa Lemos”, afirmou o secretário municipal de Saúde, Sebastião Campista.
 
De acordo com vacinômetro divulgado nesta quinta-feira (23), 91,75% da população adulta de SFI receberam pelo menos uma dose. 45,49% estão com a imunização completa através da segunda dose ou dose única.  
 
O coordenador do Setor de Imunização da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), Cristiano de Souza, lembrou que para se vacinar basta realizar o agendamento na Clínica da Família Germano Barros Delgado, na área central, ou nos polos de Estratégia Saúde da Família (ESF) de Barra do Itabapoana, Travessão de Barra, Bom Lugar, Praça João Pessoa, Guaxindiba, Gargaú, Imburi e Floresta. É necessário apresentar comprovante de residência, Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) e o cartão do Sistema Único de Saúde (SUS).

Uma ação conjunta da Defesa Civil Municipal (DCM) e da Guarda Ambiental (GAM) da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Sema) apagou fogo em vegetação, num terreno próximo ao Trevo das Praias, no Centro de São Francisco de Itabapoana (SFI). O combate ocorreu no final da tarde de quarta-feira (22), tendo a colaboração de agentes da Empresa Municipal de Trânsito (Emtransfi) no controle do fluxo de veículos.

A GAM foi acionada por moradores, através do telefone (22) 9.8161-6713, solicitando apoio à DCM. Durante pouco mais de uma hora, cinco agentes dos dois órgãos, com auxílio também do sargento bombeiro militar Beyruth, conseguiram apagar as chamas usando abafadores e água. Ninguém saiu ferido. 
 
“Agradecemos ao secretário municipal de Segurança, Ordem Pública e Defesa Civil, subtenente Edson Brito; ao coordenador de Integração de Operações e Segurança Pública, Rodrigo Linhares; e ao corregedor Romário Bernardo pelo suporte e apoio à Defesa Civil. Gratidão ainda aos agentes da Emtransfi, que além de auxiliarem no controle do trânsito, ainda ajudaram no combate para podermos debelar o fogo com mais agilidade”, declarou José Ricardo Cabral, responsável pela Defesa Civil Municipal. 
 
Vestígios no terreno evidenciaram que a queima de lixo doméstico provocou o fogo na vegetação, mas o autor não chegou a ser identificado. A prática é considerada crime ambiental federal, já que além de provocar poluição através da fumaça, proporciona riscos à saúde humana, principalmente às pessoas com problemas respiratórios, pode ocasionar incêndio em imóveis nas redondezas, destruir a vegetação e causar a morte de animais que ocupem as imediações.
 

A Junta de Serviço Militar (JSM) de São Francisco de Itabapoana (SFI) recebeu o delegado das JSMs do Posto de Recrutamento e Mobilização (PRM/Niterói), 1º tenente Antônio Roberto do Nascimento, e o auxiliar cabo Emerson Dos Santos Wanderlei. Os dois realizaram uma Visita de Orientação Técnica (VOT). 

“O objetivo é verificar o trabalho realizado na JSM, além de orientar sobre as novas diretrizes do Sistema Eletrônico de Recrutamento Militar e Mobilização. Os responsáveis pela PRM constataram que estamos realizando um serviço com presteza e eficácia”, revelou o secretário da JSM de SFI, Carlos Roberto Ribeiro da Silva, junto aos auxiliares Marcelo Queiroz Maia e Felipe Barreto de Barros Macedo.
 
Alistamento - Jovens do município que nasceram em 2003, ou seja, que completaram 18 anos ou ainda vão completar neste ano e que perderam o prazo de alistamento militar, que terminou em 31 de agosto, devem regularizar a situação.
 
“Basta comparecer à JSM, na Avenida Vereador Edenites da Silva Viana, nº 220, em frente à Igreja Matriz de São Francisco de Paula, no Centro, de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h, levando xerox da certidão de nascimento, RG, CPF e comprovante de residência. Depois de pegar uma guia de multa (R$ 4,65) para ser paga no Banco do Brasil, precisa retornar à JSM para receber o Cerificado de Alistamento Militar”, explicou Silva.

A equipe da Secretaria Municipal de Trabalho e Desenvolvimento Humano (SMTDH) representou São Francisco de Itabapoana (SFI) na inauguração do Centro Especializado de Atendimento à Mulher (Ceam) Mercedes Baptista, em Campos dos Goytacazes. A solenidade aconteceu na noite de quarta-feira (22) com a presença do prefeito anfitrião, Wladimir Garotinho. 

 
“Estiveram presentes a advogada da SMTDH Dra. Priscila Kelly Pedrosa; a coordenadora do Creas (Centro de Referência Especializado de Assistência Social, Bárbara Maria; a gerente de Proteção Especial, Rafaela Rodrigues; além da representante do Comdim (Conselho Municipal dos Direitos da Mulher, Maria Clara Queiroz”, revelou o secretário da pasta, Fagner Azeredo, acrescentando:
 
“Em SFI, a prefeita Francimara Barbosa Lemos tem prestado atenção especial à causa com ações importantes para garantir os direitos das mulheres, como por exemplo, a implantação do Comdim, a partir de 25 de julho de 2018, durante o seu primeiro mandato. Na terça-feira (21), recebemos o Ônibus Lilás, da Subsecretaria Estadual de Políticas Públicas para Mulheres. A unidade é especializada no apoio às mulheres em situação de violência e prestou mais de 300 atendimentos entre orientação jurídica, atendimento psicossocial e concessão da guia para gratuidade de emissão de documentos”.
 
Em SFI, o Creas presta assistência à mulher vítima de violência, estando localizado na Rua Manoel Paes Viana, nº 11, no Centro da cidade, funcionando de segunda a sexta-feira, das 8h às 17. O telefone de contato é o (22) 99955-5008”. 
 
Ceam/Campos - O Ceam, que é um equipamento de referência regional, está instalado na Rua dos Goytacazes, nº 257, no bairro Turfe Clube, e vai prestar atendimento interdisciplinar com psicóloga, assistente social, assistência jurídica, além de orientação e informação. 
 
Participaram ainda da inauguração a subsecretária de Políticas para Mulheres de Campos, Josiane Viana; a delegada da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam/Campos), Ana Paula Carvalho; a presidente da OAB/Mulher, Kelly Victer; a secretária da diretoria de Mulheres da OAB/Rio, Priscilla Nunes; entre outras autoridades.
 

De acordo com dados divulgados pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de São Francisco de Itabapoana nesta segunda-feira (20), o município conta com 3.548 casos confirmados do novo coronavírus (Covid-19). Em investigação são 522. Já os descartados somam 6.219.

Ainda segundo os dados da SMS, entre os casos confirmados, 3.408 estão recuperados. Até o momento foram registrados 97 óbitos pela doença. 

Outra taxa informada pela SMS é a de ocupação. Dos 20 leitos clínicos, quatro estão ocupados. Já os leitos com suporte de ventilação não registram ocupação.

Atualmente, SFI está com taxa de recuperação em 96,05%, ligeiramente maior que a média nacional (95,36%). Já a taxa de letalidade está em 2,73%, enquanto que a do Estado do Rio de Janeiro é de 5,12%.

Conforme atualização da Secretaria de Estado de Saúde (SES), o Norte Fluminense está no risco baixo no Mapa de Risco da Covid-19.

Os materiais para análise dos casos suspeitos são encaminhados ao Laboratório Central (LACEN/RJ), seguindo rigorosamente os protocolos de coleta, armazenamento e envio do Ministério da Saúde.

Com a presença de alunos, professores e diretores da rede municipal de ensino de São Francisco de Itabapoana (SFI), o projeto RedeSesc+Esporte foi lançado nessa quarta-feira (22). Palestra com o campeão paralímpico Clodoaldo Silva marcou o início das atividades.

Em parceria com a prefeitura, a iniciativa oferece atividades culturais com o objetivo de incentivar o retorno dos estudantes às aulas presenciais. O Serviço Social do Comércio (Sesc-RJ) também realizará a doação de materiais esportivos. O gestor de Esporte do órgão, Rafael Pedra, destacou que a instituição acredita no potencial de SFI, que é o 23º município a aderir ao projeto. “Parceria é o que move o mundo. Mais ações vão acontecer junto com prefeitura. A próxima está prevista para outubro“, disse.

Representando a prefeita Francimara Barbosa Lemos, a chefe de Gabinete Francilea Azeredo destacou que o município está buscando constantemente o estabelecimento de cooperações como essa. Ela acompanhou a equipe do Sesc-RJ em visita a aparelhos culturais e esportivos de SFI, como o Ginásio Poliesportivo Florecilda Cerqueira de Azevedo, em Volta Redonda, e o Estádio Nélson Silva, em Guaxindiba.

O secretário municipal de Educação e Cultura, Robson Santana, pontuou sobre a importância da promoção de ações que envolvam educação e esporte. Já o secretário municipal de Esporte e Lazer, Domires Júnior, destacou que é preciso investir na juventude. “Como atleta profissional, que jogou quatro anos na Europa, sei o quanto o esporte representa na vida de uma pessoa”, afirmou.

Líder do Governo na Câmara Municipal, o vereador Milson Mota revelou que estava honrado ao acompanhar a visita do campeão paraolímpico à SFI. “Este é um exemplo de que barreiras existem para ser superadas”, finalizou.

Palestra — Uma das vertentes do RedeSesc+Esporte é a realização de palestras inspiradoras com esportistas. Ao todo, são 21 atletas atuando neste sentido. Em SFI, quem palestrou foi o nadador paralímpico Clodoaldo Silva, que integra o projeto há 12 anos. Ele encerrou a carreira nos Jogos Paralímpicos Rio 2016 como um dos maiores medalhistas brasileiros — seis ouros, seis pratas e um bronze — após participar de cinco paralimpíadas.

“A natação surgiu na minha vida através da fisioterapia. Após várias cirurgias, recebi esta indicação médica. Foi nesta piscina que tive o primeiro contato com a equipe paralímpica de natação do Rio Grande do Norte, meu estado de origem”, contou Silva, que nasceu com paralisia cerebral.

Evidenciando seu orgulho por suas origens, Clodoaldo relatou que seu ídolo de vida é sua mãe, “Dona Maria das Neves”. “Apesar das dificuldades e preconceito, sempre procurei dar valor às coisas positivas. Ter uma deficiência nunca me impediu de fazer nada que quisesse e, mesmo em uma cadeira de rodas, conheci o mundo todo”, declarou.

Por meio de perguntas, diversos alunos interagiram com o atleta. Participante de cinco paralimpíadas, Clodoaldo pontuou sobre a necessidade do estudo e da dedicação. “Sonhar pequeno e sonhar grande, gasta a mesma energia Então vamos sonhar grande. Temos que ter objetivo“, finalizou.