Ascom SFI

Ascom SFI

Assessoria de Comunicação da Prefeitura Municipal de São Francisco do Itabapoana.
Responsável: Diego Gomes Santos

A partir de iniciativa da Prefeitura de São Francisco de Itabapoana (SFI), através da Secretaria Municipla de Administração (SMA), pela primeira vez, os classificados às vagas de guarda-vidas participam de Treinamento de Emergências Aquáticas. A capacitação teve início na quarta-feira (15), na Escola Municipal Dirceu Dias da Silva, em Guaxindiba, e vai prosseguir durante toda a semana. 
 
"O objetivo é capacitar ao máximo os participantes para o exercício da função, que prolongará durante todo o verão, trazendo mais segurança para todos os banhistas e frequentadores do litoral. Esperamos também que eles aproveitem cada etapa desse processo para adquirir mais aptidão ao realizar o patrulhamento marítimo", ressaltou a prefeita Francimara Barbosa Lemos. 
 
Para o treinamento foram utilizadas bonecos para simular técnicas de resgate, abordagem à vítima, oxigênio de emergência, suporte básico de vida, introdução ao salvamento aquático, entre outras manobras. Na avaliação do secretário municipal de Administração, Erbson Gomes Pires (Bibinho), o curso é uma oportunidade única aos participantes. 
 
"Trabalhamos bastante para que esse dia chegasse, porque sabíamos que o Treinamento de Emergências Aquáticas seria muito importante, tanto para o treinamento, como para habilitação dos classificados às vagas de guarda-vidas. Até semana que vem eles terão ainda muitas atividades para serem completadas", antecipou.
 
Ao acompanhar o treinamento durante o dia, o assessor da SMA, José Manoel Mol, fez uma avaliação do primeiro dia do curso. "O treinamento foi bem dinamizado e muito rico em conhecimentos técnicos e específicos para a função. Todo conteúdo está sendo disponibilizado aos participantes, pois entendemos que a capacitação do profissional é essencial para a função de guarda-vidas e, por essa razão, a secretaria buscou trazer o que há de melhor para que eles aprendam a lidar com autonomia e precisão nas ocorrências que surgirem pelas praias", destacou. 
 
Etapas do processo – Antecedendo ao dia do Treinamento de Emergências Aquáticas, os classificados passaram ainda por duas palestras nas dependências da Escola Municipal Dirceu Dias da Silva. De início, Grasiely Nunes Moço Barros, psicóloga e especialista em Saúde Mental e Atenção Psicossocial, abordou o tema "Aspectos emocionais na atuação dos salva-vidas: autocuidado e cuidado com o outro".
 
De acordo com Grasiely, a palestra foi muito proveitosa. "Pude abordar aspectos psicológicos que atravessam a atuação dos salva-vidas, como controle emocional e profissional em situações de pressão e estresse. Também, aproveitando que havia mais homens, levantei reflexão acerca do tabu que ainda há na sociedade, onde homens não podem exteriorizar seus sentimentos e medos", descreveu a psicóloga, que ainda explicou a informação.
 
"Com frequência, os salva-vidas lidam com os limites de vida e morte e é preciso atenção para os possíveis efeitos desse acúmulo de sentimentos, que podem surgir a partir dessa rotina. Por essa razão, busquei trabalhar bastante sobre a saúde mental", comentou. 
 
Logo em seguida foi a vez do mestre em Artes Marciais e guarda civil municipal Levi Vitorino de Almeida, que abordou sobre "Disciplina e Ética no Trabalho". Para o bom andamento da palestra, Vitorino criou uma roda de discussões e falou sobre comportamento em serviço, treinos constantes para obtenção de melhores resultados, importância da uniformização e da atuação do guarda-vidas para o município, entre outros tópicos. 
 
"O andamento da palestra foi bem dinâmica. Esperamos que os participantes tenham adquirido bastante conhecimento, pois na próxima semana está prevista uma avaliação de todo o conteúdo apresentado", disse o mestre, que ainda fez um destaque. "A função de guarda-vidas é muito importante, porque também trabalha com a segurança pública e guarda o bem mais precioso, que é a vida", finalizou.
 

O vice-prefeito de São Francisco de Itabapoana (SFI), Raliston Souza, representando a prefeita Francimara Barbosa Lemos, participou de solenidade no Palácio Guanabara, na quarta-feira (15), ocasião em que o governador Cláudio Castro anunciou o repasse de R$ 1,075 bilhão aos municípios fluminenses. SFI será contemplado com mais de R$ 5 milhões e de acordo com o Governo do Estado, o repasse será feito até o fim desta semana.

“Tive a honra de representar a prefeita Francimara e agradecer o constante carinho e atenção do governador para com os são franciscanos. O evento foi seguido de uma confraternização, que reuniu colegas de todos os municípios do Estado. Foi um momento fraterno e de balanço de 2021, ano ainda de pandemia, mas também de superação e retomada. Esses recursos serão significativos para continuarmos este caminho de recomeço e rumo ao desenvolvimento”, ressaltou o vice-prefeito, que estava acompanhado da esposa, Lidiane Campos.
 
Do total a ser repassado aos municípios, R$ 700 milhões são oriundos do Programa de Promoção à Equidade (PPE), que visa “ampliar a disponibilização de recursos financeiros para fomentar a atenção primária à saúde e o acesso aos serviços de média e alta complexidade”. Complementam os valores a importância de R$ 375,7 milhões, que o Estado abriu mão em benefício dos municípios de um processo judicial do cálculo do Refis do ICMS de 2012, e R$ 75 milhões, que serão reservados ao Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb).  
 
“Agradeço ao vice-prefeito Raliston Souza por me representar durante este importante evento no Palácio Guanabara. O dinheiro será aplicado, como sempre acontece na nossa administração, em benefício da população. Gratidão ainda ao governador Cláudio Castro pela sensibilidade em ajudar, mais uma vez, a nossa cidade, juntamente com os outros 91 municípios fluminenses”, destacou a prefeita Francimara. 
 
 

Aluna do 7º ano do Ensino Fundamental na Escola Municipal Herval Luiz dos Santos Batista, Késia Junqueira, de 12 anos, foi a estudante de São Francisco de Itabapoana (SFI) selecionada para ser bolsista do “Jovens Astros do Amanhã”.

O projeto é uma parceria entre o Consulado Geral dos Estados Unidos no Rio de Janeiro, Clube de Astronomia Louis Cruls (CALC), da Secretaria de Estado de Educação, a Prefeitura de São Francisco de Itabapoana (SFI).

A bolsista ganhou um curso de inglês pelo Instituto Brasil Estados Unidos (Ibeu) e receberá US$ 100 por nove meses, geridos pela Fundação Norte Fluminense de Desenvolvimento Regional (Fundenor). A aluna se destacou nas duas fases do projeto, avançando para a fase de desenvolvimento.

Além de Késia, outros seis alunos da rede municipal de ensino se destacaram e receberam certificado de participação: Emily Fernandes e Emilly Bernardo, da Escola Municipal Dirceu Dias da Silva, em Guaxindiba, e Cíntia Rodrigues, Ana Barreto, Vitória Silva, Késia Rodrigues e Gabriel Medeiros, também da escola municipal do Centro da cidade. Eles se empenharam no desenvolvimento de dois aplicativos e uma animação sobre a venda dos pescadores e as praias são franciscanas.

“Valorizando nossos potenciais, a prefeitura oferecerá todo o suporte para que os estudantes não contemplados com a bolsa também continuem o aprendizado com as atividades que englobam astronomia, ciência e tecnologia e são desenvolvidas no CALC de Campos dos Goytacazes”, informou o secretário municipal de Educação e Cultura, Robson Santana. Ele estava acompanhado dos diretores das duas escolas, Delma Paiva e Dirceu Ramos, e de coordenadoras pedagógicas, Gisele Pessanha e Ingrid Freitas.

A coordenadora de Educação de Jovens e Adultos (EJA), Amanda Passalini, acompanhou o projeto desde o início em outubro e lembrou que os trabalhos iniciais foram realizados nas próprias escolas municipais. A abertura, inclusive, contou com a participação do físico no CALC e professor da Universidade Estadual do Norte Fluminense (Uenf), Marcelo Souza.

A cerimônia de divulgação dos selecionados aconteceu na tarde dessa quarta-feira (15) no Cine Teatro São João, em São João da Barra, e contou com a participação, via vídeo conferência, de um representante do consulado, Rodrigo Souza. Também foram selecionados alunos da São João da Barra, Campos dos Goytacazes, Cardoso Moreira e São Fidélis.

O diretor do Departamento de Cultura (Depac) de São Francisco de Itabapoana (SFI), Carlos Salvador, acompanhou nessa terça-feira (15) a visita de representantes do Instituto Estadual do Patrimônio Cultural (Inepac) ao município.

O primeiro local visitado foi o coreto da praça São Sebastião, na localidade de Barra do Itabapoana, que é o único patrimônio material tombado pelo órgão estadual em SFI.

O espaço foi vistoriado pelo diretor do Departamento de Pesquisa e Documentação do Inepac, Leonardo Alves, e o diretor do Departamento do Patrimônio Imaterial da instituição, Leon Araújo. Eles conheceram ainda as instalações do Depac, localizadas na área central.

“Aproveitamos a oportunidade e levamos os técnicos do Inepac também até o Barracão de Gargaú, visando iniciar os atos preparatórios para o processo de tombamento do espaço. Pelo valor histórico agregado, a sinalização de ambos foi positiva”, explicou Salvador. Segundo ele, os trabalhos para realizar o requerimento foram iniciados.

De acordo com o Inepac, seu principal objetivo é “preservar o patrimônio cultural fluminense”, sendo o tombamento a forma mais importante neste processo.

Com foco no desenvolvimento do setor agrícola de São Francisco de Itabapoana (SFI), o vice-prefeito Raliston Souza se reuniu na manhã desta quarta-feira (15) com representantes da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Rio de Janeiro (Emater-RJ) e Embrapa Solos, uma divisão da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) voltada para o estudo dos solos no Brasil.

Representando a prefeita Francimara Barbosa Lemos, Raliston destacou a importância de estabelecer sempre “uma aproximação com esses dois órgãos significativos para o setor”. “Com a Embrapa e a Emater atuando em nosso município, vários setores serão beneficiados. Desde os produtores, que aprimorarão a maneira de cultivar e vender, até os consumidores, que terão acesso a um produto ainda melhor”, afirmou.  

Para o secretário municipal de Agricultura, Enaldo Barreto, a parceria entre os órgãos é “uma oportunidade ímpar” e “certamente trará muitos projetos para auxiliar as demandas dos produtores”.

Um dos pesquisadores da Embrapa Solos, José Ronaldo, explicou que os três primeiros projetos previstos consistem na construção de três barragens subterrâneas para os períodos de seca, a recuperação de áreas de pastagens degradadas e o Fertmóvel, que é um laboratório móvel completo utilizado na análise de fertilidade do solo.

“Desde segunda-feira (13), realizamos reuniões com os produtores. Percebemos o anseio muito grande por informação. A cooperação técnica trará ações que vão contribuir para esta necessidade”, disse. Ele estava acompanhado de outro pesquisador da instituição, Claudio Capeche, e do supervisor local da Emater-RJ, João da Posse.

Paralelamente, a chefe de Gabinete, Francilea Azeredo, destacou que SFI possui histórica vocação agrícola. Ela explicou que, a partir de agora, o jurídico da prefeitura analisará os termos da cooperação, que, posteriormente, será assinada pela prefeita Francimara.

O projeto “Sorriso e Vida”, do Departamento de Odontologia (DO), órgão vinculado à Secretaria de Saúde de São Francisco de Itabapoana (SFI), irá entregar gratuitamente mais 20 próteses dentárias no Centro de Convivência da Terceira Idade Nágme Jorge Abílio, situado na área central do município. A ação acontece nesta sexta-feira (17), às 10h30, com a presença confirmada da prefeita Francimara Barbosa Lemos.

“O ‘Sorriso e Vida’ beneficia idosos assistidos pelo Centro de Convivência. Além da entrega, a última de 2021, ainda daremos início ao atendimento de mais 20 pacientes. Em média, desde a moldagem até ser finalizada a confecção da prótese, o processo leva 45 dias. Este ano fizemos a alegria de aproximadamente 80 idosos, que receberam um novo sorriso”, ressaltou a diretora do DO, Karina Abdu.

A prefeita Francimara revelou a emoção de participar da entrega das próteses. “É muito gratificante perceber a reação dos idosos quando olham o sorriso de volta ao rosto. Além de darmos mais dignidade, resgatando a autoestima dos assistidos do Centro de Convivência, ainda permitimos que tenham o retorno da mastigação dos alimentos, facilitando o processo de digestão”, destacou a prefeita.

O projeto é fruto de uma parceria entre a prefeitura, através do DO e das secretarias de Trabalho e Desenvolvimento Humano e de Educação e Cultura, e o Centro Universitário Fluminense (Uniflu), que confecciona as próteses dentárias sem nenhum custo para os idosos beneficiados.

Acompanhada de secretários, assessores e vereadores, a prefeita de São Francisco de Itabapoana (SFI), Francimara Barbora Lemos, participou na noite dessa terça-feira (14) da cerimônia de entrega de certificados para 218 pessoas que participaram dos cursos promovidos pelo Departamento de Geração de Trabalho e Renda (GTR). O órgão é vinculado à Secretaria Municipal do Trabalho e Desenvolvimento Humano (SMTDH).

“Aproveitem essa oportunidade oferecida gratuitamente através da SMTDH. É uma maneira para proporcionar conhecimento e gerar o sustento. Aos nossos munícipes, peço que valorizem nossos dons, pois é valorizando o que nós somos, que conseguiremos crescer cada vez mais”, afirmou a prefeita, que também estava acompanhada do ex-prefeito de SFI e esposo, Frederico Barbosa Lemos.

O vice-prefeito, Raliston Souza, destacou que a prefeitura “busca oferecer cada vez mais condições para que o morador seja inserido do mercado de trabalho”.

Parabenizando o empenho dos instrutores, o diretor do GTR, Júnior Junqueira, pontuou que, por intermédio do empenho do secretário municipal de Trabalho e Desenvolvimento Humano, Fagner Azeredo, as aulas das qualificações foram realizadas em três localidades diferentes — Gargaú, Praça João Pessoa e Centro — para propiciar que mais pessoas pudessem participar.

Entre os cursos oferecidos, estão artesanato, auxiliar de farmácia, auxiliar de cabelereiro, design de sobrancelhas e iniciante em corte, moldes e costura Em fevereiro deste ano, durante o processo de inscrição, mais de mil pessoas se interessaram.

O Departamento de Postura de São Francisco de Itabapoana (SFI) divulgou nesta semana o balanço do recadastramento do ambulante legal: 52 procedimentos realizados. A partir de agora, é preciso retirar o adesivo de identificação.

A retirada acontece na sede do órgão, localizada no Terminal Rodoviário Manoel Carlos da Silva, na área central. O atendimento é de segunda a sexta-feira, entre 8h e 17h.

“O adesivo deve ser colado na parte interna do instrumento de trabalho. Quem não for cadastrado e mesmo assim estiver atuando, será notificado, podendo ser multado. O valor da multa varia de R$ 602 a R$ 12.040”, explicou a diretora do departamento, Renata Barreto.

De acordo com o secretário municipal de Segurança, Ordem Pública e Defesa Civil, Edson Brito, só será possível fazer novos cadastros para áreas privadas. Segundo ele, os espaços destinados aos ambulantes nas praias do município foram preenchidos.

Maiores informações podem ser obtidas através do WhatsApp (22) 99891 9280.

A Prefeitura de São Francisco de Itabapoana (SFI), através da Secretaria de Agricultura e Abastecimento, está doando quatro tipos de vacinas (febre aftosa, brucelose, raiva e manqueira) para imunizar bovinos e bubalinos (búfalos). A medida, inédita no município, beneficia os criadores com até 30 animais e vai até o próximo dia 20 de dezembro, data do término da segunda etapa da campanha de vacinação contra a aftosa.

A dose contra a brucelose é destinada às fêmeas de três a oito meses e as demais, para animais com até 24 meses de idade. Os criadores necessitam estar cadastrados na Defesa Agropecuária, a fim de retirarem as vacinas na Secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento, devendo levar um isopor com gelo para conservação do imunizante. O órgão está localizado na Avenida Vereador Edenites da Silva Viana, ao lado do Banco Itaú, em frente à Praça da Igreja de São Francisco de Paula, no Centro, funcionando de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. Eventuais dúvidas podem ser tiradas através do telefone (22) 2789-1118.

“Vale ressaltar que, embora apenas as vacinas contra a aftosa e a brucelose sejam obrigatórias, a imunização do gado também contra a raiva e a manqueira é extremamente necessária, pois garante a sanidade do rebanho e ajuda os criadores, que têm os custos minimizados”, revelou o subsecretário de Agricultura, Daniel Abílio, acrescentando que o envio das declarações de imunização da aftosa aos Núcleos de Defesa Agropecuária deve acontecer em até cinco dias após a vacinação.

A prefeita Francimara Barbosa Lemos destacou a importância do município apoiar os pequenos produtores ofertando as vacinas. “Estamos contribuindo para que tenhamos animais com mais saúde e isso beneficia a todos, inclusive os consumidores, que poderão ter acesso a carne e produtos derivados do rebanho com mais qualidade”.

No decorrer de 2021, cerca de 300 alunos da rede municipal de ensino de São Francisco de Itabapoana (SFI) receberam acompanhamento direto do Setor de Educação Inclusiva e Serviço Social (SEISS) da Secretaria Municipal de Educação e Cultura (Smec). Entre o final de novembro e o início de dezembro, servidores do setor visitaram escolas para verificar o atendimento prestado.

“Como era esperado, as visitas realizadas por Walben Mota, Orlando Mota, Rodrigo Patrício constaram a qualidade do suporte oferecido diretamente para nossos alunos. A equipe técnica do órgão aproveitou a oportunidade para ouvir as demandas dos gestores, mediadores, professores e pais”, disse o secretário municipal de Educação e Cultura, Robson Santana.

Coordenadora do SEISS, Dayana Acruche, pontuou que “estreitar os laços entre funcionários e pais de alunos é uma das principais formas de desenvolver uma educação inclusiva com excelência”. “Junto com as apostilas adaptadas entregues ao longo do ano, entregamos também jogos lúdicos desenvolvidos pela nossa própria equipe. O material foi elogiado diversas vezes por pais de alunos, que não estão encontrando dificuldades para resolver as atividades oferecidas”, contou.

A prefeita Francimara Barbosa Lemos destacou que o município está sempre buscando a melhor forma de atender essas crianças. “Com essas visitas, agilizamos e aprimoramos todo o processo para prestar o melhor serviço, sempre com muito respeito e amor”, finalizou.